tonico-tinoco

Tonico e Tinoco deixam legado para a cultura musical brasileira

by • 15 de agosto de 2016 • Saiu na imprensaComments (0)508

Do PR, Maikel Monteiro é exemplo dos muitos fãs que cultuam a dupla.

‘Chico Mineiro’ é uma das mais de 1.200 canções gravadas pela dupla.

A carreira da dupla Tonico e Tinoco foi longa e durou 60 anos. Em 1994, Tonico morreu e, desde então, Tinoco continuou cantando sozinho, algumas vezes fazendo dupla com outros cantores, outras usando recursos da tecnologia.

Mesmo após quase 20 anos do fim da dupla, segue havendo em vários locais do país, pessoas que cultuam Tonico e Tinoco.

Em Curitiba, Maikel Monteiro é um exemplo disso. Reconhecido pela família dos cantores como o maior colecionador de itens da dupla, ele tem todos os discos, LPs, compactos duplos, CDs masterizados, DVDs, livros, filmes e uma preciosa coleção de livrinhos com letras de músicas da dupla.

Tonico e Tinoco também foram artistas de cinema e apareceram em sete filmes, um deles “Marvada Carne”, com a atriz Fernanda Torres. Mas o cinema não foi bom e eles perderam dinheiro. Já na música, seguiram como grandes pioneiros.

O maestro de música clássica Júlio Medalha é um dos admiradores da dupla. “Eles tinha vozes muito boas. Aquelas vozes paralelas, que caminhavam juntas tão uniformes, que pareciam uma voz só. Era um uníssono a dois. Eles significam uma das coisas mais puras e autênticas que temos na música”, afirma Júlio.

Foram mais de 1.200 canções gravadas pela dupla, entre elas ‘Chico Mineiro’, símbolo da carreira. Confira o vídeo com a reportagem completa e um clipe que encena a história da música.

Quase 100 anos cantando

Tinoco se cuidava e bebia muita água. Dizia que água faz bem para a pele. De fato, tinha o rosto rosado e praticamente sem rugas. “Vou cantar até os 100 anos”, costumava dizer.
Com cabeleira farta e bonita, fazia muito sucesso com as mulheres. Ele tinha dois filhos do primeiro casamento e um do segundo, além de dois adotivos, netos, bisnetos e um processo de reconhecimento de paternidade.

Nos últimos três anos, o cantor trabalhou para pagar dívidas de banco. Segundo seus planos, saldaria o restante até o fim de 2012 quando então, com 92 anos, deixaria de trabalhar por necessidade.

Assista a matéria completa no site da Globo.com
Fonte: G1 / Globo.com
Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>